top of page
Ativo 3_3x.png
logo sem fundo (4).png

APRESENTAÇÃO

O Mutirão Restaurar RS é um movimento espontâneo, surgido pelo voluntariado da equipe docente de Justiça Restaurativa da Escola da AJURIS, tendo logo reunido um coletivo de parceiros em torno do objetivo comum de atuar restaurativamente junto às comunidades atingidas pela catástrofe climática que se abateu sobre o Rio Grande do Sul em maio de 2024.

OBJETIVO GERAL

Mobilizar recursos de Justiça Restaurativa e Círculos de Construção de Paz para acolhimento, fortalecimento e superação junto às comunidades.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

1. Diretrizes Gerais: estabelecer diretrizes organizativas, técnicas e de mobilização para consecução do objetivo geral;

2. Frentes de Trabalho: organizar frentes de trabalho, prioritariamente, junto a instituições responsáveis por abrigos e escolas;

3. Gestão da Informação: Organizar cadastro informatizado e painel de controle para adesão e gestão de frentes de trabalho, facilitadores e práticas realizadas;

 

4. Equipes: Arregimentar instrutores e facilitadores, voluntários e ou ligados a instituições parceiras;

 

5. Escalação: Direcionar instrutores, facilitadores e parceiros institucionais para atuar junto às frentes de trabalho;

 

6. Treinamentos: Organizar atividades formativas e de supervisão / intervisão;

 

7. Espaços de Cuidado: Orientar atividades das Frentes de Trabalho junto aos destinatários, nos Espaços de Cuidado;

 

8. Rede de Facilitadores: Manter mobilização e animação permanentes da rede de Facilitadores;

 

9. Monitoramento e Avaliação: Monitorar, avaliar e apresentar feed back das atividades desenvolvidas;

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

Para atuar em escala estadual, o Mutirão organizou-se com uma estrutura interna que relaciona necessidades e distribui tarefas. Essa matriz é sugerida também como forma de inspirar a organização novas frentes de trabalho interconectadas:​

  • Coordenação:

    • Arregimentar equipes, organizar frentes de trabalho, adaptar e desenvolver o plano de trabalho.

  • Articulação:

    • Organizar frentes de trabalho e abrir espaços de cuidado (escolas), apresentar a proposta, alinhar com equipes gestoras, abrir espaços para que possa ser feito o trabalho.

  • Apoio Técnico:

    • Orientar, formar, supervisionar facilitadores.

  • Mobilização e Gestão de Facilitadores:

    • Arregimentar e mobilizar facilitadores, organizar escalas, receber e encaminhar voluntários, coordenar a a realização dos trabalhos de campo.

EQUIPE DE COORDENAÇÃO ESTADUAL

  • Coordenação Geral & Articulação:

    • Leoberto Brancher

    • Verônica Erthal

  • Equipe Técnica:

    • Afonso Konzen

    • Beatriz Ghersenson

    • Célia Passos

    • Fátima Debastiani

    • Gláucia Orth

    • Katiane Silveira

    • Rachel Marques

    • Rafaela Duso

  • Mobilização e Gestão de Facilitadores:

    • Fábio Fernandes

    • Gabriel Goldmeier

    • Regina Migliori

    • Sandra Ganzer

    • Viviane Salvador

PARCEIROS

Iniciativa

Prancheta 11.png

Apoio

Em Breve

Parceiros

bottom of page